Agenda 21 Vacaria/RS

PROPEVA – Programa Permanente de Educação Ambiental de Vacaria

PREFEITURA MUNICIPAL DE VACARIA
SECRETARIA MUNICIPAL DA AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE
DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

PROPEVA
PROGRAMA PERMANENTE DE EDUCAÇÃO
AMBIENTAL DE VACARIA

1.INTRODUÇÃO

Os impactos ambientais causados pelo homem sobre o meio ambiente vem se acentuando de tal forma, a ponto de colocar em risco as condições para sua própria sobrevivência no planeta. Durante sua história, estabeleceu a ocupação e o uso espacial da terra, utilizando os recursos naturais renováveis e não-renováveis basicamente interessado na sua própria sobrevivência. Ao longo dos tempos, passou a adotar processos produtivos mais impactantes em relação ao meio ambiente, resultando em elevados níveis de degradação e contaminação do meio. Dito de outra forma, o modelo de desenvolvimento adotado pela humanidade está apresentando sinais de limitações.

Um dos grandes desafios deste novo século está na mudança na concepção de ‘desenvolvimento’. O conceito de sustentabilidade precisa ser internalizado nos processos produtivos e nas condutas cotidianas da sociedade. O indivíduo deve tomar conhecimento do seu meio através da educação, que precisa contemplar ações integradas entre o poder público e a sociedade local.

Sendo assim, a Prefeitura Municipal de Vacaria, através da Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente criou o PROPEVA – Programa Permanente de Educação Ambiental de Vacaria – como ferramenta norteadora da política da Educação Ambiental no município, juntamente com outras secretarias da Administração Municipal, instituições de ensino, instituições religiosas, pesquisa e extensão, empresas e os mais diversos órgãos representativos da sociedade civil organizada. Tem-se por finalidade, através da educação ambiental, levar conhecimento e sensibilizar a sociedade sobre a importância da mudança de hábitos e atitudes, com vistas à preservação e recuperação do meio ambiente.

2. JUSTIFICATIVA

A criação do PROPEVA tem uma dupla conotação: por um lado busca sensibilizar e conscientizar a comunidade em geral, de modo especial os estudantes nos diferentes níveis e modalidades, sobre a importância e a necessidade de preservação do meio ambiente e utilização sustentável dos recursos naturais, bem como o fortalecimento de valores como cooperação, solidariedade e justiça. Por outro lado, este Programa envolve também os empreendedores do meio urbano e rural, onde busca orientá-los sobre a necessidade da adoção de ações ambientalmente corretas nas práticas produtivas desenvolvidas pelos mesmos.

3. OBJETIVOS

-Articular e integrar órgãos técnicos, entidades, imprensa e Poder Público Municipal para o desenvolvimento de ações conjuntas em Educação Ambiental;

-Promover palestras, atividades artísticas e culturais voltadas para a Educação Ambiental nas escolas e comunidades do meio urbano e rural do município;

-Aproveitar espaços públicos e particulares (Espaço Ambiental Gralha Azul, Mercado Público Municipal, Centronor, Supermercados, Escolas, Praças e Avenidas, etc) para divulgação e orientação da população sobre atitudes e valores ecologicamente corretos;

-Sensibilizar as pessoas para o cultivo de valores sociais como solidariedade, justiça, honestidade, valorização e cuidado com todas as formas de vida e estima pelo patrimônio ambiental;

-Construir um processo contínuo e permanente nas escolas e nas comunidades do meio urbano e rural do município;

-Pesquisar, identificar, reconhecer e comparar questões ambientais em nível global, nacional e regional, visando soluções a nível local;

-Mobilizar instituições de ensino superior, sugerindo estudos de investigação na área ambiental;

-Buscar o envolvimento e participação de instituições de diferentes setores da organização social;

-Promover, apoiar, incentivar e participar de eventos e manifestações culturais dentro e fora do município, divulgando as ações deste Programa;

-Aproveitar espaços públicos e particulares (Espaço Ambiental Gralha Azul, Mercado Público Municipal, Centronor, Supermercados, Escolas, Praças e Avenidas, etc) para divulgação e orientação da população sobre atitudes e valores ecologicamente corretos;

-Sensibilizar as pessoas para o cultivo de valores sociais como solidariedade, justiça, honestidade, valorização e cuidado com todas as formas de vida e estima pelo patrimônio ambiental;

-Construir um processo contínuo e permanente nas escolas e nas comunidades do meio urbano e rural do município;

-Pesquisar, identificar, reconhecer e comparar questões ambientais em nível global, nacional e regional, visando soluções a nível local;

-Mobilizar instituições de ensino superior, sugerindo estudos de investigação na área ambiental;

-Buscar o envolvimento e participação de instituições de diferentes setores da organização social;

-Promover, apoiar, incentivar e participar de eventos e manifestações culturais dentro e fora do município, divulgando as ações deste Programa.

4. AÇÕES PREVISTAS

4.1. Manejo Integrado de Resíduos Sólidos

Busca-se a conscientização, através de palestras na comunidade urbana sobre o correto manejo, separação, acondicionamento e encaminhamento do lixo domiciliar, descarte de pilhas, baterias e lâmpadas, preservação dos corpos hídricos e da mata ciliar, vegetação urbana, drenagem de banhados, etc.

São desenvolvidas também atividades de distribuição de folders explicativos, visitas ao Aterro Sanitário Municipal, Central de Recebimento de Embalagens de Agrotóxicos, pomares e empresas produtoras de frutas, Estação Experimental da Embrapa, Bacia de Captação e Estação de Tratamento de Água do município, entre outras. Em junho de 2009, durante a Semana Municipal do Meio Ambiente, foram arrecadadas 6 toneladas de lixo seco, repassado para a Associação de Recicladores de Vacaria.

No período de março a setembro/2009, aproximadamente 1.700 alunos, 60 professores das Escolas Municipais e Estaduais e 200 funcionários da empresa Rasip foram envolvidos nesta atividade de Educação Ambiental. Também, neste período, cerca de 30 mil pessoas da comunidade ouviram dicas ambientais veiculadas na imprensa falada local.

4.2. Desenvolvimento Rural Sustentável

Nesse projeto, são realizadas oficinas, cursos e palestras nas comunidades e escolas rurais, orientando os agricultores e demais empreendedores rurais sobre a necessidade de conservação dos recursos naturais, os procedimentos adequados para licenciamento ambiental, importância da conservação dos ecossistemas, compoteira domiciliar, utilização de ervas medicinais, reaproveitamento de alimentos, etc. Em 2009, cerca de 200 produtores rurais e alunos municipais e estaduais do meio rural foram envolvidos desta atividade.

4.3. Projeto Meio Ambiente, Educação e Sustentabilidade

Teatro, carta enigmática, música e trilha na mata, são atividades pedagógicas de Educação Ambiental desenvolvidas no Centro dos Amigos da Natureza, em parceria com empresas locais. Esta ação visa  a sensibilização dos estudantes sobre questões como aquecimento global, separação de lixo, compostagem, preservação da fauna e flora nativas, higiene mental e corporal, entre outros. No período de março a setembro/2009, cerca de 450 alunos da 5ª série das Escolas Municipais do Meio Urbano já participaram desta atividade.

4.4. PREVE –  Projeto de Recuperação da Vida Vegetal

Conjunto de atividades voltadas para a sensibilização ambiental, desenvolvida no Espaço Ambiental Gralha Azul, construído no Viveiro Municipal no final do ano 2005, onde as turmas de alunos das escolas agendadas têm a oportunidade do contato direto com a terra, com as minhocas e com os vegetais, percebendo suas diferentes texturas, coloração e formas. Também recebem instruções sobre manejo, cuidados necessários ao desenvolvimento pleno dos vegetais e sua importância nos ecossistemas naturais. Como atividade complementar, os alunos levam mudas de flores para serem plantadas no pátio da escola ou em suas residências. Durante a Abertura Oficial da III Semana Municipal da Mulher, no Mercado Público Municipal, foram distribuídas 200 mudas de espécies nativas (março/2009); na Semana Municipal do Meio Ambiente, em junho/2009, houve a troca de 3 mil mudas de espécies nativas por lixo seco junto à comunidade do município.

4.5. Projeto Lixo-Limpo

É uma ação educativa em que grupos de alunos visitam empresas e diferentes setores do comércio local, a fim de conhecer o destino dado aos resíduos produzidos e identificar empresas comprometidas com a responsabilidade sócio-ambiental na comunidade onde estão inseridas. Em 2009, 6 supermercados de Vacaria receberam visita e orientação do grupo de alunos.

4.6. Projeto Marrequinha

É um estudo técnico sobre o comportamento de espécies de plantas aquáticas  em águas  poluídas dos córregos Carazinho e Uruguaizinho, que passam no meio urbano do município e recebem altas cargas orgânicas provenientes de esgotos domésticos, aumentando o índice da DBO – Demanda Biológica de Oxigênio desses ecossistemas, o que acaba inviabilizando a vida dos organismos que necessitam de oxigênio, desde protozoários até peixes. Esta pesquisa científica visa a publicação de resultados de estudo de caso e deverá contribuir para a implantação de sistemas de despoluição hídrica no município. Em 2009, 50 técnicos da Escola Agrícola de Vacaria visitaram os arroios do município e uma propriedade rural que se utiliza deste sistema.

4.7. Parceiros do Meio Ambiente

É uma ação que busca valorizar as pessoas físicas ou jurídicas que promovam ou se engajem em ações positivas em torno do meio ambiente. Para tanto, foi criado o Livro-Verde, que é uma ferramenta de registro do nome, endereço, telefone, entidade e ação ambiental desenvolvida pela pessoa comprometida. Ao final de cada ano, as pessoas que assinaram o Livro-Verde deverão enviar uma comprovação de suas ações ao DEMMA. No período de junho a setembro/2009, mais de 500 pessoas assinaram o Livro Verde e registraram suas ações em prol do meio ambiente.

4.8. Alfabetização Ambiental

O Uso das Tecnologias da Comunicação e da Informação está presente em toda a atividade humana. Assim, o Telecentro Comunitário de Vacaria promoverá cursos a distância para a comunidade, bem como a criação do blog “Educação Ambiental.” Em 2009, foi criado o blog ekiambiental.blogger.com.

4.9. Horta e Paisagismo nas Escolas Municipais do Meio Urbano

Este projeto visa a construção de hortas e ajardinamento nas Escolas Municipais, contando com mais um espaço pedagógico disponível para o professor efetuar práticas voltadas para a Educação Ambiental junto aos estudantes. Ao todo 5 escolas municipais do meio urbano foram atendidas com esta ação.

5.CONSIDERAÇÕES FINAIS

Com a criação deste Programa Permanente de Educação Ambiental busca-se a disseminação do conhecimento sobre o ambiente, a fim de contribuir para sua preservação e conservação, bem como a utilização sustentável dos seus recursos. Além disso, espera-se contribuir para a construção e resgate de valores culturais, éticos e de harmonia no convívio entre as pessoas e destas, para com o ambiente onde vivem.

Frente ao alcance das ações propostas, verificou-se que os resultados não se resumem simplesmente na perspectiva teórica, mas já foram alcançados resultados que estão modificando o nível de desenvolvimento do município.

Os resultados deste Programa são constantemente divulgados, monitorados e avaliados, com vistas à (re)construção das ações, de modo a direcioná-las, tanto às demandas específicas quanto a planos de construção de novos valores.

Comentarios fechados.

Site by Six Interfaces - Powered by Wordpress